Diário 11: testemunho da Irmã Ana Paula Batista

Diário 11: testemunho da Irmã Ana Paula Batista

“Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana”. (Carl Jung)

Sou Irmã Ana Paula Batista Benvinda da Congregação das Irmãs da Divina Providência. Tenho 33 anos e venho contar para vocês, que nos acompanham através do projeto #SejaSinaldaProvidencia, um breve relato da minha trajetória acadêmica na graduação do curso de Psicologia; trajetória esta que me fez crescer muito como pessoa.

Inicio relatando como escolhi fazer a formação em Psicologia. Bem no começo da minha caminhada na Congregação, na etapa inicial do postulado, já sentia o desejo de ouvir mais as pessoas, percebendo a realidade na qual eu convivia e intuía que a psicologia poderia contribuir muito e amenizar seus sofrimentos. Aos poucos fui amadurecendo esta ideia no diálogo com algumas irmãs. Este desejo ficou ainda mais significativo e confirmado na experiência que fiz na missão em Vilhena no Estado de Rondônia. Trabalhava nas Comunidades de Base na formação de lideranças, presidindo celebrações, e na escuta das pessoas na Paróquia. Ali, senti a necessidade de ter um olhar mais clínico para as demandas que as pessoas me traziam em partilhas individuais e grupais. Experimentei muito não ter algo mais cientifico para contribuir na amenização do sofrimento das pessoas, além de todo suporte espiritual que dava ao povo.

Comecei a rezar e pedir as luzes do Espírito Santo para que me ajudasse a decidir por uma formação que realmente me identificasse na escolha que estava fazendo. Fui confirmada para fazer o curso de Psicologia, pois sentia que era isso mesmo que Deus pedia de mim como Irmã da Divina Providência. E aos poucos, fui expressando meu desejo às minhas superioras, as quais foram questionando minha decisão. No entanto, estes questionamentos contribuíram para que, realmente, decidisse por este Curso. Tinha consciência da responsabilidade que estaria assumindo e, de fato, era preciso estar muito aberta à ação do Espírito Santo e não só decidir, simplesmente, por uma formação acadêmica, mas entender a vontade de Deus, por meio desta profissão.
No ano de 2013, iniciei minha formação acadêmica na Universidade do Planalto Catarinense em Lages, Santa Catarina. Era um outro universo no qual estava adentrando, porém aberta para ampliar meus horizontes e conhecer outra realidade da qual estava distante há muito tempo. A minha turma era muito aplicada e se dedicava a aprender cada vez mais. Isso também me estimulava muito; tive excelentes professores que não mediam esforços para contribuir para nosso crescimento acadêmico, pessoal e social, ao mesmo tempo a missão que assumia na Comunidade Religiosa com mulheres dependentes químicas. Nossa, que experiência, quanto aprendizado! Sou muito grata pelos 4 anos que estive nessa missão. Através dela, consegui fazer sempre uma reciprocidade com aquilo que estava aprendendo na Academia na dimensão dos transtornos mentais, comportamentais, medicamentosa. Enfim, nas diversas situações psíquicas das quais eu tinha contato na recuperação das mulheres.

Foram 5 anos de muito aprendizado. Foi preciso o exercício constante da fé, da esperança, da disciplina, das superações e do empreendedorismo. Tempos de aquisição de novos conhecimentos e de (RE)construções pessoais, lidei com conflitos internos, com medos, com o esgotamento físico e mental, com as pressões externas e com as incertezas do amanhã. Mas superei e, hoje, só tenho que agradecer a Deus por tudo que me moveu, por todas as realizações e especialmente porque, com a Psicologia, aprendi a acreditar ainda mais no ser humano e saber que somos únicos e é esta individualidade que nos completa como sujeitos, que jamais podemos julgar o outro sem saber da sua história. Me formei no ano de 2018. Sou muito grata a Deus e à Congregação pela oportunidade de me tornar um ser humano melhor, a fim de contribuir com a melhora de outros seres humanos.

“Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra.” (Lc 1,38)

Que Deus Providência abençoe a todos/as

#SejaSinaldaProvidência você também

Irmã Ana Paula Batista Benvinda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *