Category: Diário de Ir. Cléria Wickert

Diário de Ir. Irmã Cléria Wickert

Sou Irmã Cléria Wickert, Congregação das Irmãs da Divina Providência, natural de Iporã do Oeste – SC e venho contar um pouco da minha missão junto as crianças do Centro Social Divina Providência, que neste ano de 2021 celebra seus 15 anos de história e missão. Vamos conhecer um pouco….

O Centro Social Divina Providência, Projeto Reaprender a Cidadania está localizado no Bairro Vila Verde – Cidade Industrial de Curitiba. A maioria das famílias migraram do interior do Paraná na ilusão de morar na grande cidade, porém, sem recursos para comprar um terreno e casa, as famílias ocuparam terrenos de invasão e ali foram se instalando, passando a viver em condições extremamente precárias e de muita pobreza.

Existem pequenos comércios, no entanto, a maioria das famílias que tem crianças atendidas no projeto possuem trabalho informal e outras trabalham como catadores de lixo reciclado.

No ano de 1987, as Irmãs da Divina Providência iniciaram uma comunidade de missão junto a população do Bairro Vila Verde. Inicialmente morando com as famílias embaixo de barracos de lona, atendendo e acompanhando o povo em suas diversas situações de pobreza. Juntas com o povo lutaram por melhorias no bairro, reivindicando por escolas e creches, posto de saúde, segurança, construção de igrejas católicas, pastoral da criança e outras iniciativas em favor da vida.

Mas a população estava crescendo e os espaços públicos que atendiam as crianças já não comportava a demanda, sensibilizadas com o alto número de crianças que ficavam pelas ruas, vulneráveis à violência, estupros, drogas, gravidez precoce e outras situações, enquanto os pais eram obrigados a sair em busca de trabalho, as Irmãs, no ano de 2006, adquiriram um pequeno imóvel onde passou-se a atender as crianças com atividades sócio educativas.

Hoje, as Irmãs continuam atendendo a população em geral, mas dando especial atenção às crianças entre 05 a 13 anos de idade. São 70 crianças atendidas no momento, todas moradoras do bairro e provenientes de famílias de baixa renda que necessitam deste espaço, oferecendo atividades como Capoeira, Ballet, música, artesanato e informática, Tivemos que assumir esses critérios no acolhimento às crianças, devido à falta de espaço físico no Projeto. Neste espaço procura-se criar um ambiente alegre e prazeroso, com diversas atividades, com o objetivo de proporcionar atividades que despertem a criança para uma consciência de cidadania, aprendendo quais são seus direitos e deveres, bem como a autoestima, autoconfiança, o respeito com as diferenças, o cuidado com a vida humana e com a natureza.

Hoje andamos nas ruas e percebemos uma necessidade do momento “Ser sinal da Providência” para as pessoas que mais precisam do nosso apoio, ajuda, principalmente as crianças e adolescentes. Queremos ser Providência lá onde a pobreza está dominando. Também queremos ser Providência, lá onde se percebe que existe um povo com o coração solidário disposto a ajudar a quem mais precisa.